Filmes

“Heavy Trip” é um filme finlandês de Sessão da Tarde Extrema

heavy-trip-e-um-filme-finlandes-de-sessao-da-tarde-extrema
“Heavy Trip” é uma comédia finlandesa lançada em outubro de 2018 porém, tive conhecimento, por indicação, recentemente. O filme conta a história de 4 amigos que tocam em uma banda de metal, numa cidadezinha do interior da Finlândia. Ensaiando somente covers no porão da casa de um dos membros durante 12 anos (!) , de repente começam a cultivar a vontade de fazer música própria para poderem se apresentar ao vivo e ser uma banda “de verdade”.
Acompanhar as conversas dos personagens sobre as idéias para banda e a descrição das personalidades dos membros  é uma experiência divertidíssima, principalmente pra quem já passou por isso.
Desde a criação do primeiro riff até serem chamados para tocar em um festival de metal no país vizinho, Noruega, o filme mostra toda essa jornada e, claro, recheada das “maiores confusões que esses metaleiros malucos vão se meter”. Ou seja, se não tivesse tantas referências sombrias e pesadas, poderia ser um filme  de sessão da tarde. E com certeza seria um clássico cult. E veja bem, isso não é nenhum demérito!
Pelo contrário, aparentemente essa é a proposta do filme e esse papel eles cumprem muitíssimo bem!
Acima de tudo, o filme é mesmo uma comédia escrachada e não deve ser levado muito a sério, por isso, ele é o filme ideal se você quer só relaxar e dar umas boas risadas.
Dito isso, quem verá o filme e curte metal, vai perceber que as referências são uma total salada, apesar de todas serem dentro do metal: Black Metal, Death Metal, Grindcore, Doom… Desde os nomes das músicas até os trejeitos dos atores, tudo é bem  caricato mas ao mesmo tempo consegue passar uma sinceridade e não tem como você não relacionar os personagens a alguns de nossos amigos headbangers. Até porquê, não sei se foi intencional, mas cada um dos 4 membros da banda me pareceu ser uma homenagem a um estilo de metal . O vocalista lembra muito o estilo dos vocalistas de Death Metal da cena da Flórida do começo dos anos 90, o baixista é o cara Black Metal da banda, e único de Corpse Paint. O guitarrista já está num visual do início do Thrash Bay Area e o baterista poderia estar tranquilamente em uma das bandas de Thrash Metal alemã dos anos 80.
Pra ficar ainda mais legal, o filme ainda se passa uma parte na Noruega, aparecem Vikings e ainda tem um stage dive de um caixão.
Bom, sem mais spoilers, fica aí a dica…Não deixem de conhecer o IMPALED REKTUM, a grande banda de Metal “Sinfônico-Pós-Apocalíptico-Trituradora de Rena-Abusadora-de-Cristo-Extrema-Guerreira-Pagã-Finoescandinava”, conforme eles mesmo se intitulam.


Se você já assistiu, deixe seu comentário e fale o que achou!
0 Comments
Share

Fabio Pereira

Programador meia-boca, músico meia-boca, glutão vegan com a boca inteira.

Reply your comment

Your email address will not be published. Required fields are marked*